Não raras vezes falamos coisas e tomamos atitudes que depois percebemos que não foram as melhores. Acontece mais frequentemente e de forma mais perceptível em momentos de emoções intensas, com uma raiva, por exemplo. É o Chamado “Sequestro Emocional”.

É como se você momentaneamente perdesse a lucidez. Você é literalmente sequestrado pela emoção. Ela toma conta dos seus pensamentos e o leva a agir de uma determinada forma. Tudo acontece rapidamente, numa fração de segundos. Quando você menos espera, já falou o que não deveria, já fez o que não deveria. Passado um certo tempo, o efeito daquela emoção passa, você recobra o seu estado de lucidez e percebe que não agiu da melhor forma.

No nosso cérebro temos o neocórtex, que corresponde a nossa mente consciente e que processa a parte racional, e temos o sistema límbico, que corresponde a mente inconsciente que processa a nossa parte emocional. O sistema límbico responde com mais velocidade do que o neocórtex, porque não passa por uma análise racional. No sistema límbico nós temos uma região em formato de amêndoas que se chama amígdala. É nela que é armazenada e processada nossas reações emocionais.

A função da amígdala é de nos proteger. Ela analisa o que está acontecendo, muito rapidamente, e decide se é algo que pode nos ameaçar, nos fazer sofrer ou nos machucar de alguma forma. Em caso de ameaça a amígdala age muito rapidamente, sem que a reação passe por uma análise racional, e dispara reações no nosso corpo e hormônios que vão nos colocar no estado de fugir ou lutar para lidar com a ameaça.

Isso já foi muito útil para a nossa sobrevivência em um passado distante quando vivíamos sob a ameaça de muitos perigos naturais. Uma emoção de alguma experiência de perigo ficava gravada no sistema límbico, assim ele aprendia a identificar perigos em novas situações. E quando alguma situação semelhante surgia, o sistema límbico identificava instantaneamente acionando a amígdala e todas as suas reações.

Esse sistema se manteve até hoje. Entretanto, hoje em dia, praticamente não temos situações de perigo reais que ameaçam a nossa integridade. Passamos a vivenciar situações de estresse, raiva e medo no nosso dia a dia que disparam o nosso sistema límbico como se estivéssemos sob alguma ameaça potencialmente mortal e isso nos causa muitos problemas. Agimos emocionalmente diante de algo que poderia ser resolvido de forma tranquila racionalmente.

A energia da emoção negativa das experiências que nós vivemos fica gravada no sistema límbico e acaba funcionando como se fosse uma entidade dentro do ser humano. Essa entidade tem vida própria e poder de se apossar da sua mente. Quanto mais forte for a energia dessa emoção, mais ela tem o poder de sequestrar a sua lucidez.

Entretanto, não é somente medo ou raiva que o nosso sistema límbico armazena e nos faz reagir de forma automática. Todos os tipos de emoções negativas e reações inconscientes são armazenadas nele. Sentimentos de mágoa, frustração, culpa, rejeição e tantos outros também levam a nossa lucidez embora e nos fazem pensar, agir e reagir de uma determinada maneira que não é a melhor, nos colocando no piloto automático.

Por exemplo: Um sentimento de rejeição que você carrega pode levar você a dizer sim pra algo que alguém lhe pede quando na verdade queria ter dito um “não”. Uma culpa de alguma situação do passado pode levar você a ter pensamentos e atitudes sabotadoras, trazendo uma sensação de que você não pode ou não merece algo, como uma forma de punir a si mesmo. Assim você perde uma oportunidade que apareceu e não foi o seu verdadeiro “eu” que tomou a decisão. Quem fez isso por você foi a culpa que está gravada no seu sistema límbico, ou seja, na sua mente inconsciente. E assim acontece com todos os tipos de sentimentos negativos.

Mesmo as emoções menos intensas tem um poder de sequestrar a nossa lucidez, só que em menor grau. Nós vivemos sendo influenciados por essas forças inconscientes. Às vezes percebemos essa influência, mas, na maior parte do tempo nós não nos damos conta. É um processo que acontece automaticamente e que nos leva sutilmente a fazer escolhas e criar uma vida com mais dificuldades e sofrimentos e nos impede de alcançar o nosso pleno potencial.

Podemos chamar também essa energia da emoção negativa de “sombra”. Só que nós temos diversas emoções negativas, e não somente uma. A energia de todas essas emoções se conecta e dá origem a uma sombra maior, mais robusta, que influencia muito a nossa vida.

E como então podemos nos libertar da sombra? Curando as emoções negativas que acumulamos do nosso passado. A técnica que eu considero a mais simples, rápida e eficaz pra isso é a EFT (Clique Aqui e solicite o Manual Gratuito). Com ela conseguimos liberar rapidamente, pensamentos e emoções negativas em poucos minutos normalmente. A medida que você cura essas emoções, a sombra perde gradativamente a força sobre a sua vida e o seu “Eu” verdadeiro assume o comando. E assim você passa, automaticamente, a pensar e agir de uma forma que vai melhorar seus relacionamentos, sua saúde e até a sua prosperidade.

Um forte abraço!

André Lima.

PS.: Se você gostou desse artigo e acredita que esse conhecimento pode ajudar outras pessoas, então clica em Curtir em algum lugar dessa página. Vou ficar muito grato a você!