Anteriormente falei sobre as justificativas que usamos para ficarmos estagnados. Muitas justificativas são crenças limitantes. O que é uma crença limitante? É um pensamento carregado com uma emoção negativa que tomamos como verdadeiro e que nos impede ou atrapalha a atingirmos algo melhor. Todo mundo já ouviu falar de crenças negativas do tipo: “A vida é muito difícil”, “Ficar rico sendo honesto é quase impossível”, “Todo político é ladrão”, “Homem não presta” e etc… Essas são crenças genéricas. Tem outras mais pessoais que estão ligadas a autoestima do indivíduo: “Eu sou burro”, “Tudo que eu faço dá errado”, “Eu nunca vou conseguir tal coisa”, “Não nasci pra ser feliz”, “Me sinto incapaz de realizar tal coisa”, “Tal coisa não é pra mim”…

Veja como uma crença nos sabota. Tratei um cliente que também é terapeuta e que não conseguia cobrar um valor justo pelas sessões. Tratamos várias crenças ligadas a esse tema que vinham da religião. Ele se sentia mal por cobrar, achava que os homens de espírito elevado trabalhavam de forma gratuita. Esses pensamentos estavam arruinando sua vida financeira. As crenças atuam de forma inconsciente fazendo com que a pessoa se sinta mal ao lidar com o dinheiro. Para evitar sentir esse mal estar, a solução é não cobrar, ou cobrar pouco. Tudo é feito de forma automática, a pessoa muitas vezes não tem plena consciência que são as crenças que levam a esse comportamento.

Veio à tona uma crença muito forte que ele tinha “Os médicos ganham dinheiro com o sofrimento das pessoas”. O que ficou gravado na mente dele é que, se os médicos ganham dinheiro com o sofrimento dos outros, analogamente, os terapeutas também. Se você acredita no seu íntimo que isso é verdadeiro, como é possível se sentir bem cobrando? É impossível! O resultado é uma autossabotagem terrível.

A crença limitante, quanto mais carregada de emoção, mais força ela tem. Com a EFT (Técnica para Autolimpeza Emocional – Clique Aqui e solicite o Manual Gratuito para aprender a eliminar emoções e pensamentos negativos em minutos!) a gente limpa a carga emocional associada a crença, e ela perde o peso da verdade. Depois da limpeza a crença vira apenas uma frase sem força.

Durante a sessão tratamos as crenças com a EFT, limpando a carga emocional de cada uma delas. O resultado foi que logo após o trabalho ele já conseguiu começar a cobrar valores justos para o trabalho que fazia, o que melhorou bastante sua situação.

De onde vem as crenças? Normalmente três fatores contribuem para formar  crenças:

1) Coisas que você ouviu (principalmente quando era criança) dos pais, professores, televisão, revistas, e sociedade em geral – Críticas a você, bordões, ditados e etc…

2)Experiências negativas que você passou – Fracassos nos negócios, ter sido reprovado, ter sido traído…

3)Experiências que você viu outras pessoas passarem – Problemas no casamento dos pais, comportamentos negativos da mãe, fracassos de outras pessoas, falência nos negócios de amigos.

Observe que esses fatores estão sempre impregnando o indivíduo de emoções negativas. Essas emoções são expressadas em frases do tipo: “Eu sou incompetente”, “Casamento é algo falido”, “Prosperar em um negócio é praticamente impossível”. Essas frases resumem a negatividade adquirida.

A partir do momento que desenvolvemos uma determinada crença vamos buscar a confirmação dela. Vamos prestar atenção em notícias, eventos, experiências e comentários de outras pessoas que reforçam nossa crença e vamos dizer assim “É, eu sempre soube disso, é verdade mesmo, olha aí a realidade comprovando”.

A nossa intenção é limpar a carga emocional ligada a crença, assim ela perderá a força. O primeiro passo que você deve fazer, é identificar uma crença que está limitando sua vida. O segundo passo é fazer as seguintes perguntas:

1) Que eventos específicos eu passei na minha vida que contribuíram pra essa crença?

2) Que frases eu ouvi (E de quem eu ouvi essas frases) que ajudaram a fortalecer a crenças?

3) Que experiências de terceiros eu presenciei que fortalecem a minha crença?

4) O que eu já vi na televisão, jornais, na sociedade que fortalece a minha crença?

Exemplo de crença: “Casamento é uma coisa falida”.

1) Eventos que eu passei: Meu casamento fracassou.

2) Frases que eu ouvi: Minha mãe e meus amigos dizendo que casamento é muito difícil, que todo mundo se separa.

3) Experiências de terceiros: Eu vi o casamento dos meus pais se acabar e de outros familiares, além do casamento de vários amigos.

4) Vejo o tempo inteiro nos jornais e na ficção os casais se separando.

Pronto. Você agora tem bastante material pra aplicar EFT. Gradue em uma escala de 0 a 10 o quanto a afirmação parece “Pesada” e verdadeira pra você: “Casamento é uma coisa falida”. Numa escala de 0 a 10, o quanto essa verdade dificulta, impossibilita ou justifica que você realmente não possa ter um bom casamento?

Agora é hora de formular a Frase de Preparação:

“Mesmo que eu tenha essa crença de que casamento é uma coisa falida, eu me aceito profunda e completamente” – Repete 3 vezes batendo no ponto do karatê.

Frases lembrete (Usando somente os pontos do atalho):

– Topo da Cabeça: Casamento é uma coisa falida

– Inicio da Sobrancelha: Meu casamento fracassou

– Lateral do olho: Lembro da minha mãe dizendo que casamento é muito difícil

– Embaixo do olho: Lembro também dos meus amigos dizendo que casamento é muito difícil

– Embaixo do Nariz: Vi o casamento dos meus pais se acabar

– Embaixo do Lábio Inferior: Vi o casamento dos meus amigos se acabar

– Osso da Clavícula: Vejo o tempo inteiro nos jornais e televisão os casais se separando.

– Embaixo da axila: Casamento não pode dar certo

Repete novamente do Topo da cabeça até abaixo da axila. Essa variação de frases é uma forma bem avançada de fazer EFT.

A cada rodada, você irá avaliar a força da crença. Você deverá reformular as Frases Lembrete a cada rodada conforme o que for surgindo. Algumas crenças perderão a força muito rapidamente. Já outras exigirão muita persistência, depende do que a está sustentando. Seja qual for o caso, persista até que o “Peso” da crença, a verdade que ela representa, e a dificuldade que ela impõe na sua vida seja “Zero”.

Esse é um exemplo básico que pode ser aplicando a qualquer tipo de crença. Por enquanto é isso, experimente e me conte os resultados!

 

Um forte abraço!

André Lima.

 

PS.: Se você gostou desse artigo e acredita que esse conhecimento pode ajudar outras pessoas, então clica em Curtir em algum lugar dessa página. Vou ficar muito grato!