Adiar, procrastinar, sabotar a si mesmo, é isso que muitas vezes fazemos quando precisamos iniciar algo novo, algo importante, quando temos que fazer alguma mudança. Essa sabotagem vem disfarçada com diversas capas. Uma delas é a síndrome do “Eu tenho que me preparar melhor”. Nossa… Como eu ouço essa frase. Ela realmente faz sentindo. Na maioria das vezes, é apenas uma desculpa para adiar o que se deseja, ou que se precisa fazer, mas que estamos com medo de realizar. Medo de dar errado, medo de mudar, medo de sair da zona de conforto, medo de cobrança, medo, medo, medo…

O mais interessante, é que quando damos essa desculpa para nós mesmos, costumamos acreditar nela. Ela parece plenamente plausível: Preciso fazer mais cursos, preciso juntar mais dinheiro, preciso amadurecer mais a ideia, preciso pensar melhor, preciso planejar, ainda não é o momento, não me sinto preparado…

Nos meus cursos tem várias pessoas que tem diversas profissões, mas que estão se preparando, para algum dia, tornar-se terapeutas holísticos. O que acontece com grande parte dessas pessoas é que elas fazem vários cursos, mas nunca se sentem preparadas o suficiente pra começar. A pessoa acha que precisa fazer mais um curso e, quando faz mais um, acha que precisa de mais outro. E o projeto vai sendo adiado indefinidamente.

Esse é um padrão emocional muito comum, e que pode ser visto em várias áreas: Adiar casamento, separação, ir morar sozinho, fazer um curso, ir em busca de uma promoção no emprego, aprender uma língua, fazer uma viagem…

Surgem também várias desculpas (Que não fazem sentido quando analisadas friamente) de apoio ao sentimento de não poder começar, por não estar pronto.

Com a EFT (Técnica para Autolimpeza Emocional – Clique Aqui e solicite o Manual Gratuito para aprender a eliminar emoções e pensamentos negativos em minutos!) podemos trabalhar esses bloqueios e desmontar essas desculpas, tirar a força emocional que elas tem, limpando nosso caminho. Essas desculpas muitas vezes se apresentam como pensamentos, frases, que eu chamo de sabotadores. É aquela nossa voz interior que vê o lado negativo das coisas e sempre acha que algo vai dar errado.

Recentemente em um curso, uma aluna estava tratando justamente o bloqueio em iniciar na atividade terapêutica. Ela percebeu que tinha um pensamento que dizia “Eu não tenho um espaço para começar”. Parecia ser um obstáculo muito justo e real.

Bem, após fazer EFT para limpar este pensamento, o que ela começou a enxergar é que tinha dinheiro pra comprar um espaço. Então, isso não poderia servir de desculpa.

Pode parecer algo tão simples, tão óbvio… Mas nem tanto. É extremamente sabotador. Essas desculpas ilógicas rondam nossa cabeça o tempo inteiro, nos fazendo adiar projetos e atividades que desejamos realizar. Em maior ou menor grau, todos temos essas desculpas dentro da cabeça e, na maioria das vezes, nem conseguimos nos dar conta que é apenas um sabotador sem sentido. Outras pessoas podem até perceber nossas desculpas irracionais, mas nós estamos envolvidos nelas e elas nos parecem verdadeiras.

Algo aparentemente tão bobo pode deixar a nossa vida travada, estagnada. A maioria dos pensamentos negativos que temos são assim: bobos, sem sentido. Muitos são antecipações que nos dizem “Não vai dar certo, melhor nem tentar”, outros dizem “Vai ser muito difícil, melhor adiar” e outros dão desculpas do tipo “Eu preciso ter mais dinheiro, mais experiência, mais idade (Eu teria que ser mais jovem), mais tempo e etc…” O resultado final é o mesmo: Procrastinação, o eterno adiar.

Quando deixamos de realizar o que desejamos, ou algo que sabemos que temos que fazer, acumulamos um desconforto dentro de nós, uma inquietação, a qual chamamos de “Ansiedade”. Algumas pessoas dizem que tem um único problema: A ansiedade. Este incômodo normalmente é o somatório de muitas coisas emocionais mal resolvidas e, entre estas coisas, enquadram-se as coisas que você deveria ou que gostaria de fazer, mas está adiando por medo ou outros motivos inconscientes. O resultado é uma inquietação interior que alimenta diversos outros problemas: Vícios, comer demais, insônia, dificuldade de ficar quieto e de relaxar, tensão no corpo, dores e etc…

E você, o que deseja ou tem que fazer e está adiando? Você pode fazer o seguinte exercício. Liste todas as desculpas que vêm a sua mente e que estão impedindo você de realizar determinada coisa. Preste atenção em tudo que surgir. Desde a desculpa mais aparentemente racional, até a mais boba. Não despreze nada. Ouça também os pensamentos que dizem: Não vai dar certo, eu não sou capaz, eu tenho medo, e etc… Liste também estes pensamentos e sentimentos.

De posse dessa lista, comece a bater nos pontos da EFT, e comece a ler todas as suas desculpas. Você vai seguir a sequência de toques nos meridianos, e vai lendo a lista de razões que você descreveu (Pode dispensar a Frase de Preparação). Em cada ponto, você lê uma desculpa/razão diferente. Ao final de uma rodada, pare, e avalie novamente as desculpas que você leu. Perceba se alguma delas perdeu o sentido, ou se está menos plausível. Observe também se surgiram novas desculpas que não haviam surgido antes. Se surgiu alguma desculpa nova, acrescente. Se alguma desculpa perdeu o sentido, elimine da lista.

Repita este processo por várias rodadas. Você se surpreenderá como algumas desculpas que você usava como razão para não fazer determinada coisa, começam a perder completamente o sentido. Você sentirá o seu pensamento mudar a cada nova rodada, ou após algumas rodadas. Na maioria dos casos, com poucas rodadas se sente a mudança. Em outros, é preciso várias rodadas. Experimente! Dá muito certo. Eu faço essa experiência nos cursos e os resultados são bem surpreendentes.

Aproveitem esta dica valiosa.

 

Um forte abraço!

André Lima.

 

PS.: Se você gostou desse artigo e acredita que esse conhecimento pode ajudar outras pessoas, então clica em Curtir em algum lugar dessa página. Vou ficar muito grato!